terça-feira, 9 de outubro de 2007

05 músicas que me faziam feliz quando criança

O dia das crianças se aproxima e para celebrar uma listinha de presente! O tema é meio óbvio, mas seria ainda mais se eu não admitisse que até hoje adoro essas músicas e ás vezes me surpreendo com elas ecoando na minha cabeça sem parar.

Montando este top também percebi como tinham poucas músicas infantis que eu gostava, de verdade! Por essa razão me compremeti a colocar apenas canções realmente infantis. Não é porque eu escutava Van Halen antes de dormir que Poundcake viria parar aqui.

Bateu uma nostalgia... e também deu uma pena das crianças de hoje... agora precisam aturar RBD enquanto a gente era embalado por Carrossel. Para ver e ouvir selecionei os vídeos no You Tube, mas como ele me odeia (ou é problema de bios mesmo), deu problema para postar, então só linkei. Olha lá!!! And welcome to the good times...

05) TV Colosso - Eu não largo o osso: se tem uma coisa que sempre será um mistério para mim é a razão da Globo ter tirado a TV Colosso do ar. De tão legal que era, nem mesmo a abertura cantada pelas Paquitas estragava o show. Uma vizinha minha tem um cachorro da mesma raça da Priscila, toda vez que a vejo passeando a música começa a tocar nas minhas lembranças. Estava ai um bom motivo para acordar cedo! Olha lá...

04) Os Saltimbancos Trapalhões - História de uma gata: é óbvio que este filme tinha que estar aqui, não apenas porque Didi, Dedé, Zacarias e Mussum faziam parte da vida de quealquer criança feliz (eu tinha um boneco do Didi, mas gostava mais do Zaca), mas também porque essa é uma das trilhas sonoras mais geniais que já existiram. Foi difícil escolher qual me marcou mais, Pirueta quase levou a melhor, mas a performance de Lucinha Lins é impagável! Olha lá...

03) Mogli (The Jungle Book) - Bare Necessities: eu posso ser linchada por dizer isso, mas nunca gostei muito da história do Mogli (nem do Tarzan), mas essa música é genial, dentro e fora do filme! A versão em português também é engraçadinha, mas o original é imbatível, tanto que tenho essa canção no meu mp3, solta entre coisas como Patrick Wolf, Regina Spektor, Feist, Nick Cave, The National e por aí vai! Olha lá...

02) Mary Poppins - Supercalifragilisticexpialidocious: depois de anos tentando entender o porque, entendi qual a razão para eu parecer uma metralhadora quando falo. Essa rapidez adiquirada é resultado de anos e anos cantando Supercalifragilistic... Admito que eu cantava em português, não era tão genial assim, mas a idéia nem era parecer isso e sim conseguir falar e me sentir mais velha, quase adulta, complexo de Peter Pan ao inverso, afinal dizia a letra: Supercalifralistiexpialidoce, sei que o som dessa palavra não é nada doce, a criança que falar vai parecer precoce! Olha lá...

01) Labirinto - Magic Dance: surpresa... ou não!!! Quem me conhece sabe que qualquer música do Labirinto estaria em primeiro lugar, e quem já teve o prazer (ou desprazer) de ver o filme comigo, sabe o motivo (obsessão é pouco). Mas como era para escolher uma música, selecionei o clássico com o díalogo de abertura mais improvável da história. Não é preciso dizer mais muita coisa, certo? You remind me of the baby... what baby?... the baby with the power... what power?... the power of voodoo... who do?... you do... do what?... remind me of the baby! Olha lá...

No próximo Receituário: cinco discos imperdíveis de 2007 que você perdeu

5 comentários:

Raoni Frizzo disse...

Post muito bacana! Lembrei na hora que li teu texto dessa música da TV Colosso. Era muito fã desse programa, também não sei porque a Globo resolveu tirar do ar. Agradeço até hoje a Deus de ter tido minha infância naquela época (início dos anos 90), porque ver RBD e desenhos idiotas fazerem a alegria das crianças é de dar dor de barriga mesmo...hehehehehe

Parabéns pelo blog! Gostei muito!

Raoni
www.blogonews.blogspot.com

Denis Pacheco disse...

Essa música do Mogli vale o filme, eu uso como mote até hj: "Somente o necessário / O extraordinário é demais", rsrsrs

Engraçado que um sinal da nossa velhice é esse: tudo q era da nossa geração era bom, puro e perfeito. Tudo o que é da geração atual é lixo, idiota e deprimente...

Seria o caminho natural das coisas? rs

César Fernández disse...

que saudades da TV Colosso! *-*

Susy disse...

Oh Lidi, gostei quase de tudo, mas trocaria a Mary Poppins pela Novica Rebelde e eu gosto do RBD, classifico outras coisas ruins, como metade dos desenhos exibidos no programa da Xuxa. Mas com certeza a maioria dos programas de agora são ruins que sempre voltam com desenhos antigos, como a Caverna do Dragão, aliá eu adorava a trilha deste desenho tb.
adorei!
bjss

- Janine disse...

tv colosso.
tinha a fita quando era criança, e ouvia TODOS os dias.
amava o Capaxão.

tsc.
*-*