quinta-feira, 8 de novembro de 2007

10 melhores músicas da trilha de I'm not there...

Nos últimos dias não consigo parar de ouvir a trilha sonora de I'm not there. Caso alguém não saiba trata-se do filme sobre o Bob Dylan. Mal consigo ver a hora de assistir Christian Bale, como um dos intérpretes do cantor americano. Mas enquanto isso não acontece, selecionei as minhas 10 prediletas, entre as 34 canções do cd duplo. Pode pegar o violão...

10) Antony and the Johnsons - Knocking on the heaven's door: não me prestei a pesquisar qual música do Dylan tem mais versões, mas se eu tivesse que chutar diria que é essa (viva o Zé Ramalho). Por isso mesmo, por mais emocionante que seja qualquer canção interpretada por Antony, fica aquele pensamento: poderia ser melhor...

09) Charlotte Gainsbourg & Calexico - Just like a woman:
para provar que fui mais imparcial possível nesta lista (deixei até Eddie Vedder de fora) temos o fato que não vejo a menor graça na filha de Serge e Jane! Mas a versão de Just like a woman, do Blonde on Blonde (1966) ficou suave, melódica e encantadora na medida certa...

08) Yo la tengo - I wanna be your lover:
o YLT regressa alguns anos para fazer o cover dessa música do disco Biograph (1985) que só deixa uma sensação: afaste os móveis da sala e dance que nem doido! Vale até dar uma de Tom Cruise deslizando pelo corredor...

07) Glen Hansard & Márketa Irglová - You ain't going nowhere:
o irlandês criador do The Frames se junta com a cantora tcheca para capturar o espírito dessa faixa do The Basement Tapes (1975). E acabou funcionando muito bem...

06) Sonic Youth - I'm not there:
Thurston Moore aumenta o som da música composta na época de The Basement Tapes. Acabou não sendo lançada oficialmente, porém veio parar em dose dupla no cd (única música com Dylan nos vocais). Mas eu fico com a versão...

05) John Doe - Pressing on:
pela música eu não fazia idéia quem era esse cara (tive que fazer esse trocadilho infâme). Depois descobri que ele foi o fundador de uma das melhores bandas a sair da cena punk de Los Angeles, o X (She had to leave Los Angeles... she had to get out... lembra alguma coisa?). Na música do disco Saved (1980) ele faz uma homenagem às belas músicas de igreja...

04) Jeff Tweedy - Simple twist of fate: o vocalista do Wilco continuou no embalo das melodias perfeitas do último disco de grupo, Sky Blue Sky, para mostrar que uma das mais lindas histórias de Blood on tracks (1975) continua sendo uma narrativa perfeita mais de 30 anos depois...

03) Stephen Malkmus - Maggie's farm: o ex-Pavement não fez uma, nem duas músicas, mas três versões. Difícil escolher a melhor, no entanto apelamos para a clássica do Bringing it all back home (1965). O vocalista conta com a ajuda dos Million Dollar Bashers (nome tirado de uma das canções de The Basement Tapes). A banda formada especialmente para a gravação da trilha, conta com pesos-pesados como Lee Ranaldo e Steve Shelley (Sonic Youth), Tom Verlaine (Television), Nels Cline (Wilco)...

02) Cat Power - Stuck inside of mobile with the Memphis blues again: depois da Charlotte me surpreender, fui arrebatada pela Chan Marshall. Estava a ponto de desistir de entender o porque de não me sentir atraída pelas criações da cantora, mas a versão de Stuck inside me deixou com vontade de dar mais uma chance a moça! Quase 7 minutos empolgantes...

01) Mark Lanegan - Man in the long black coat: tudo bem que até cover de Hit me baby one more time na voz de Lanegan, me deixaria satisfeita (até pagava para ouvir isso hehehe). Mas o que eu posso fazer se a voz deste homem consegue juntar o céu e o inferno? Tirada do disco Oh Mercy (1989), Mark me deixou arrepiada! Tenha piedade...

Cadê? para o meu gosto, uma cover feita pelo Ryan Adams seria muito bem vinda! Ele interpretando Love Sick já é classe A (e eu juro que já vi ele brincando com a Subterranean Homesick Blues, só não lembro onde!), mas se eu pudesse escolher, gostaria de vê-lo cantando a minha favorita de Mr. Dylan: Desolation Row... ia ser lindo, de chorar, soluçar, e tudo o mais...

No próximo Receituário: 5 amigas de Julieta?

4 comentários:

yanZito disse...

Putz....nao conheço nadica de nada do Bob Dylan, [:(]

vou aproveitar que vc deixou o nome das musicas e baixar,no melhor programa do mundo e q vc adora, o EMULE.....rssssssssssss

bjowww!!
;)

Leonardo disse...

Eu achei a outra versão que o Yo La Tengo fez a melhor junto com a da Cat Power!

Isadora A. disse...

eu quero ver ! eu quero ver ! eu quero ver AGORA !

Denis Pacheco disse...

"tudo bem que até cover de Hit me baby one more time na voz de Lanegan, me deixaria satisfeita"

Até eu iria querer ouvir isso, rsrsrs

Gostei bastante da versão do Sonic Youth pra música título, e eu não sou fã do Sonic Youth!